Sedec

EDUCAÇÃO E CULTURA

1) Construção de 8 novas escolas:

Cidade Verde (Bairro das Indústrias) – EMEF Anayde Beiriz
Cidade Verde (Mangageira) – EMEF Afonso Pereira
João Paulo II – EMEF Celso Furtado
Boa Esperança – EMEF Francisco Pereira
Alto do Céu – EMEF Violeta Formiga
Gervásio Maia – EMEF Raimundo Nonato
Ipês – EMEF Luiz Augusto Crispim
Tambauzinho – EMEF Leonel Brizola
Investimento – R$ 1,7 milhões por unidade escolar
2) Construção de 10 Centros de Referência em Educação Infantil (Creis)

Valentina – Crei Marizete Paiva
Timbó – Crei Rita Gadelha
Bessa – Crei Antonieta Aranha
Altiplano – Crei José de Carvalho
Gervásio Maia – Crei Luzia do Taipa
Alto do Céu – Crei Oduvaldo Batista
São José – Crei Creusa Pires
Funcionário II – Crei Maria da Penha
Jardim Veneza – Crei Gertrudes Maria
Cidade Verde (Mangabeira) – Crei Maestro Pedro Santos
Investimento: R$ 450 mil por Crei

3) Construção de 23 ginásios poliesportivos, sendo que 22 foram inaugurados

Roger – EMEF Frei Afonso
José Américo – EMEF José Américo
Mangabeira II – EMEF João Gadelha
Alto do Mateus – EMEF João XXIII
Mandacaru – EMEF José de Barros Moreira
Geisel – EMEF Fenelon Câmara
Valentina – EMEF Dom Helder Câmara
Alto do Céu – EMEF Violeta Formiga
Gervásio Maia – EMEF Raimundo Nonato
João Paulo II – EMEF Celso Furtado
Cidade Verde – Mangabeira – EMEF Afonso Pereira
Cristo – EMEF Francisco Pereira
Bancários – EMEF Olívio Ribeiro Campos
Cristo – EMEF Bartolomeu de Gusmão
Mangabeira IV – EMEF Índio Piragibe
Ipês – EMEF Luiz Augusto Crispim
Mangabeira VII – EMEF Luiz Vaz de Camões
Tambauzinho – EMEF Leonel Brizola
Altiplano – EMEF Anita Trigueiro
Distrito Mecânico – EMEF Damásio Barbosa
Paratibe – EMEF Antonia Socorro Machado
B. das Industrias – EMEF Anayde Beiriz
Investimento total: R$ 10 milhões

4) Reformas e Ampliações em 105 unidades escolares:

Construídas e entregues – 178 novas salas de aula
Escolas reformadas – 70
Creis reformados – 28
Investimento até 2009 em reformas e ampliações – R$ 16 milhões
Investimento previsto para 2010 – R$ 7 milhões
Até o final de 2010 serão construídas 338 novas salas de aula.
5) Cobertura metálica em 14 Quadras

Investimento de R$ 2.251.660,10
6) Casa de Ensino das Artes e Biblioteca Municipal, no Conventinho

Em fase de conclusão – Investimento de R$ 1.694.597,17
Outros Investimentos previstos: Livros, mesas, estantes, computadores, luz de emergência, vigilância, limpeza, material de expediente, cadeiras infantis, ar-condicionado, contratação de pessoal, mesas de higienização, telas, tintas, instrumentos musicais, material de arte cênica e etc;

7) Ações em curso

Apoio pedagógico às atividades de leitura, matemática e escrita para os alunos do ensino fundamental. Vem sendo realizado desde 2007 na rede Municipal Ensino, em convênio com a UFPB (Universidade Federal da Paraíba). Os estagiários atuam como monitores junto aos alunos do 1º, 2º, 5º e 9º anos nas 92 escolas municipais com o objetivo de reforçar o ensino, detectando possíveis deficiências e aplicando as metodologias que estão sendo estudadas nos seus cursos de graduação correspondentes. As atividades são realizadas tendo como foco também a aplicação da Prova Brasil, no 5º e 9º anos e da Provinha Brasil para alunos de 08 anos. Mais de 400 universitários (as) estão estagiando.

Educação Patrimonial: O Futuro visita o passado – O projeto visa conhecer, valorizar e preservar o patrimônio histórico da cidade de João Pessoa. 18 mil alunos beneficiados do 6º ao 9º ano, além de professores e estagiários.

Ano Cultural/Estudante Destaque – O projeto homenageia personalidades paraibanas que se destacam no cenário cultural brasileiro e premia os alunos que se destacaram durante o ano. Como premiação já foram entregues mais de 240 computadores. Em sua 1ª edição foi homenageado o escritor Ariano Suassuna. Em 2008, foi a vez do também escritor José Lins do Rego ganhar a homenagem. Em sua 3ª edição, o homenageado foi o poeta Sergio de Castro Pinto. Nesta 4ª edição o homenageado é o cantor Zé Ramalho.

Xadrez – Desenvolvido em toda a rede municipal, com a participação expressiva de alunos e professores. Um dos objetivos do projeto é o crescimento intelectual dos participantes.

Cordel – O projeto “Cordel na Sala de Aula” foi iniciado no ano de 2007 nas escolas municipais, com objetivo de apresentar a literatura de cordel ao alunado.

Educação musical – A musicalização também foi alvo de investimentos na PMJP. Foi feito investimento mais de 850 mil reais em instrumentos, 180 mil em uniformes e calçados, 16 mil em curso de capacitação para instrutores, mais de 40 Bandas Marciais Escolares, instrutores de música e dança. No total mais de 6 mil alunos foram beneficiados.

Projovem – O programa proporciona aos jovens a conclusão do Ensino Fundamental com direito a Cursos de Qualificação Profissional, Atividades de Participação Cidadã e Inclusão Digital. Além de ofertar uma bolsa de R$ 100,00 por mês para os jovens que frequentam regularmente as aulas e entrega os trabalhos solicitados. Em cada escola municipal que funciona um núcleo do Projovem Urbano são atendidos até 200 jovens, em cinco salas de aulas.

O Projovem de João Pessoa é avaliado pela Coordenação Nacional do Programa como uma das quatro melhores experiências do Projovem em todo Brasil, possuindo um dos menores índices de evasão e ótimo resultados de desempenho dos alunos.

Ginástica rítmica na escola – Mais de 200 estudantes praticam a Ginástica Rítmica como um dos elementos institucionalizados da cultura corporal de movimento.

Mais Educação/Ciranda Curricular/ Escola Aberta – O programa “Mais Educação” envolve mais de 6 mil estudantes, nas diversas escolas da rede municipal, onde são oferecidas atividades pedagógicas no horário oposto das aulas regulares. Nos programas Ciranda Curricular e Escola Aberta, mais de 5 mil alunos são beneficiados com a participação da comunidade nas escolas durante o final de semana, onde são trabalhadas diversas oficinas.

Educação Especial – Atende a 510 alunos com deficiência mental, física, auditiva (com intérprete de Libras), visual e transtornos globais. Garantindo o atendimento educacional especializado nas salas de recursos multifuncionais. Desenvolvido em seis escolas, atende estudantes da grande João Pessoa.

Robótica e Novas Tecnologias – Em 40 escolas da rede pública foram implantados os laboratórios de Robótica, projeto que trabalha novos sistemas de aprendizagem e desenvolvimento do conhecimento. A rede conta com mais de 80 laboratórios de informática com acesso a internet, mais de 1.200 computadores (distribuídos nas escolas) e cerca de 300 profissionais capacitados.

Escola Nota 10 – O ‘Escola Nota 10’ é um programa de incentivo e reconhecimento para os profissionais e aprendizagem e gestão escolar na rede municipal de ensino. Quem atinge as metas estabelecidas terá como prêmio, ao final do ano, o 14° salário e a escola receberá o selo “Escola Nota 10”, em caso de 100% de êxito nas avaliações. O programa está no seu segundo ano.

Professor Plugado – Programa de inclusão digital que fará um amplo processo de inclusão digital dos educadores da rede municipal de ensino. Profissionais lotadas nas escolas municipais da Secretaria Municipal de Educação e Cultura, em exercício do magistério ou em atividade pedagógica, após realização de curso no Programa de Formação Continuada em Tecnologia e Inclusão Digital, receberá um notebook. Assim, o educador poderá agregar qualidade às suas rotinas, participar de formações à distância e atuar nos sistemas de informação da Sedec, oferecendo dados em tempo real, a exemplo do preenchimento do diário de classe, que auxiliarão a administração pública da educação.

Sim, Eu posso – Programa de alfabetização em convênio com o governo cubano.

Se liga e Acelera – Convênio com Instituto Ayrton Senna com o objetivo de corrigir a distorção idade/série.

Saúde do Escolar – Atendimento a 6 mil crianças com exames oftalmológicos e entrega de óculos.

Educação para o Trânsito – Desenvolve atividades com o objetivo de ensinar a s regras de trânsito, passando a identificar sua interação de pedestre com o fluxo de carros.

Programa 2º Tempo – O projeto visa democratizar o acesso ao esporte educacional de qualidade, como forma de inclusão social, ocupando o tempo ocioso de crianças e adolescentes em situação de risco. Oferecendo praticas esportivas educacionais.

Elos – Por uma Cultura de Paz na Educação – O projeto busca desenvolver atividades pedagógicas que estimulem a cultura de paz como prática de uma Educação Inclusiva e de uma política de redução de danos. Bem como, fortalecer e valorizar as práticas de princípios e valores éticos que resgatam a integração do Ser e suas relações interpessoais e sociais.

Prevenção ao Uso de Drogas – Instalação dos Comitês Antidrogas, com ênfase no Protagonismo Infanto- juvenil, e ampliação do projeto desenvolvido com a Polícia Militar – Programa Educacional de Resistência às Drogas e a Violência (PROERD).

Formação Continuada – Tem como objetivo subsidiar os educadores da Rede Municipal para uma melhor sistematização de sua prática, especialmente com relação ao processo de ensino e aprendizagem escolar em uma perspectiva de educação inclusiva. O principal objetivo da formação é criar um ambiente onde se possa discutir o trabalho em equipe, a formação de redes e a necessidade da aplicação desses conceitos dentro de sala de aula. A SEDEC disponibiliza três cursos de especialização, nas áreas de Matemática, Ciências e Português.

Implantação de 11 “Estações do Livro” em praças de João Pessoa – Investimento: R$ 200 mil somente na estrutura

Implantação do Museu de Ciências da Estação Cabo Branco: o projeto contempla a construção do espaço multicultural e investimentos em experimentos científicos.
– Investimento: R$ 18 milhões (sendo R$ 16 milhões em recursos federais e mais R$ 2 milhões em recursos do município).

Implantação do Projeto Caminho do Conhecimento, onde experimentos científicos ajudam a enriquecer as aulas de campo das escolas municipais
– Investimento: R$: R$ 538.580,00.