Saúde mental

Prefeitura de João Pessoa promove atividades alusivas à Luta Antimanicomial

16/05/2024 | 14:00 | 100

A Secretaria de Saúde (SMS) da Prefeitura de João Pessoa está realizando atividades em alusão ao Dia Nacional da Luta Antimanicomial – 28 de maio. A programação acontece ao longo do mês nos serviços de saúde mental da Rede Municipal. Nesta sexta-feira (17), usuários, familiares e profissionais desses serviços participarão de uma caminhada pela causa no Parque Solon de Lucena.

Entre as ações promovidas para celebrar a data nos serviços da Rede Municipal de Saúde estão: apresentações teatrais, oficinas de arte, confecção de cartazes temáticos e atividades ao ar livre, monitoradas por profissionais.

“O mês de maio tem uma referência de grande relevância na luta antimanicomial, que é um marco na assistência ao usuário de saúde mental de forma humanizada e igualitária, com base no cuidado territorial e comunitário, visando a melhor estratégia de cuidar”, destacou Jean Paulo Dantas, coordenador da área técnica de Saúde Mental da SMS.

Marcha – Nesta sexta-feira (17), a partir das 13h30, os serviços da Rede Municipal de Saúde estarão representados na Marcha da Luta Antimanicomial no Parque Solon de Lucena (Lagoa), organizada pelo Governo do Estado da Paraíba, dentro da programação da 14ª Semana Estadual da Luta Antimanicomial, com o tema “Caminhos para a liberdade: Minha loucura não se prende”.

Serviço – Cuidar da saúde mental da população é uma política da Prefeitura de João Pessoa durante todo o ano, por meio de diversos serviços assistenciais mantidos pela Secretaria Municipal de Saúde. Entre os serviços, a Rede Municipal dispõe de quatro Centros de Atenção Psicossocial (Caps), que são instituições destinadas a acolher pessoas com transtornos mentais persistentes ou que fazem uso abusivo de substâncias psicoativas. O atendimento pode ser de forma espontânea, procurando diretamente o serviço ou encaminhado pelas Unidades de Saúde da Família.    

A Rede de Atenção Psicossocial do Município é composta, ainda, por uma Unidade de Acolhimento Infantil (UAI), três residências terapêuticas e leitos em hospitais gerais (adulto e pediátrico). Em casos de crise, também há o atendimento de urgência e emergência no Pronto Atendimento em Saúde Mental (PASM), anexo ao Complexo Hospitalar de Mangabeira, e o Serviço de Atendimento Móvel de Urgência de João Pessoa (Samu-JP).    

Pular para o conteúdo