Pilotagem segura

Samu prepara curso de reciclagem para condutores de motocicletas como ação educativa para reduzir acidentes

20/02/2022 | 08:00 | 354

O Serviço de Atendimento Móvel de Urgência de João Pessoa (Samu) inova nas campanhas educativas para prevenir acidentes com motociclistas e oferece à população treinamento básico gratuito para ensinar a forma correta de pilotar, desde a postura até a forma de utilização dos freios.

Segundo o instrutor de pilotagem e coordenador da equipe de Motolância do Samu, Lucas de Freitas, o primeiro treinamento do Projeto Pilotagem Segura aconteceu em novembro de 2021, voltado para os motoboys, em parceria com a empresa iFood. Em 2022, houve a segunda edição com 20 vagas ofertadas à população e, agora, está finalizando os preparativos para em março realizar mais uma etapa.

Lucas de Freitas disse que ainda estão sendo discutidas as formas de abertura das inscrições, com o objetivo de atingir um número maior de participantes e não um grupo específico. O processo de participação será divulgado em breve. Contudo, ele adianta que para participar do curso, é preciso ter CNH na categoria A (motos), veículo emplacado e equipamentos de segurança: capacete, joelheira, cotoveleira e camisa de manga longa. O treinamento será realizado no estacionamento do Estádio Almeidão, no Cristo.      

“Deixando claro que estes cursos não são para formar pilotos e sim fazer uma reciclagem do seu comportamento no manuseio da moto, de forma a utilizá-la mais consciente sobre os riscos a fim de reduzir os números de acidentes”, esclareceu.

De acordo com Lucas de Freitas, os acidentes com motos na Capital são responsáveis, em média, por mês, por 280 das chamadas de urgência para o número 192. “As principais causas são: imprudência (passar no sinal vermelho, frear em aquaplanagens e furar preferenciais), negligência (falta de manutenção no veículo e conduzir com pneus gastos) e imperícia (não conseguir sair de uma situação de perigo e demorar para realizar manobras, como a baliza).

Motolâncias – A Prefeitura de João Pessoa, através do Samu, conta com sete ambulâncias atendendo diariamente os chamados de urgências do 192. “Este serviço agiliza o tempo resposta das ocorrências, que é fundamental para salvar vidas. O tempo médio de chegada no socorro é de quatro minutos, dependendo da localização do acidente”, destacou.