Preparativos

Secretaria de Educação define estratégias para início do ano letivo e política educacional

26/01/2021 | 16:29 | 956

A Secretaria de Educação e Cultura (Sedec) da Prefeitura Municipal de João Pessoa (PMJP) definiu as estratégias para o início do ano letivo de 2021 e os pilares da educação. As aulas recomeçam na segunda-feira (8) e, inicialmente, o ensino será no formato remoto, com a utilização de ferramentas do Google e o WhatsApp, além de material impresso para os alunos.

Segundo a secretária da Sedec, América Castro, a marca da gestão é o cuidado com as pessoas, o respeito ao cidadão e uma educação ágil, competente e humanizada. Ela ressalta que está sendo organizada toda uma estrutura obediente aos protocolos de saúde para receber os funcionários da rede, promover uma educação de qualidade, eficiente e humanizada. Nesta terça-feira (26), ela reuniu a equipe no Centro de Capacitação de Professores (Cecapro), localizado na Avenida Beira Rio, em Miramar, para definir as diretrizes.

“Nosso intuito é fortalecer aquela que é uma das nossas maiores responsabilidades, a educação, e garantir o acesso ao ensino de qualidade para todas as crianças. Por isso, traçamos metas que são os pilares da educação para nossos anos de gestão: alfabetização na idade certa, inovação pedagógica no ensino fundamental, educação infantil e fortalecimento dos Creis, educação especial e inclusiva, educação de jovens e adultos, informatização, tecnologia e conectividade, reconhecimento e profissionalização da docência, gestão democrática das escolas, estudantes motivados e apoiados, infraestrutura e logística escolar e arte, literatura e esporte nas escolas”, completou América Assis.

A diretora de Ensino, Gestão e Escola de Formação (Degef), Clévia Carvalho afirma que haverá o suporte pedagógico para alunos e professores. “As escolas municipais já vinham trabalhando remotamente desde 2020, onde se constituiu um saber relacionado à pratica pedagógica escolar sobre atividades remotas. A Sedec está estruturada para dar apoio pedagógico a professores e alunos. A Secretaria trabalha com a perspectiva do Google for Education nas escolas e também faz uso de ferramentas como WhatsApp e atividades impressas”, disse a diretora.