Ordenamento da festa

Funjope instala Comitê Via Folia e realiza reunião de planejamento do Carnaval 2024

13/12/2023 | 20:30 | 370

A Fundação Cultural de João Pessoa (Funjope) realizou, nesta quarta-feira (13), a reunião de instalação do Comitê Via Folia, criado a partir do Projeto de Lei Ordinária (PLO) 1590/2023, do vereador Marcílio do HBE, sancionada pelo prefeito Cícero Lucena, que disciplina o corredor da Via Folia. O encontro foi no Litoral Hotel, com a participação de todas as instituições envolvidas para iniciar a montagem da logística e de planejamento para o Carnaval na Via Folia 2024, na Avenida Epitácio Pessoa.  

“A reunião de instalação do Comitê Via Folia mostrou o grau de responsabilidade e de empenho que todas as associações, instituições e blocos que descem a Avenida Epitácio Pessoa têm com o nosso Carnaval. Construímos excelentes consensos e temos agora um grupo coeso trabalhando no fortalecimento do Carnaval de João Pessoa no aspecto da Via Folia”, declarou o diretor executivo da Funjope, Marcus Alves.  

O grupo discutiu problemas de segurança, infraestrutura e a questão do acesso a recursos da iniciativa privada. Marcus lembrou que a Funjope conseguiu aprovar na Lei Rouanet um projeto de R$ 4,4 milhões e agora várias pessoas estão empenhadas em captar recursos da iniciativa privada para o fortalecimento do Carnaval de João Pessoa. “Temos hoje, na Via Folia, um aspecto muito importante que é o redimensionamento do nosso Carnaval. Criamos e demos um passo histórico importantíssimo para o fortalecimento do Carnaval a partir dessas orientações do prefeito Cícero Lucena”, acrescentou.  

O presidente do Comitê Via Folia, Flávio Eduardo Fuba, que também representou o Bloco Muriçocas do Miramar, disse que será reunida toda a equipe da Prefeitura e dos blocos que vão desfilar, porque a intenção é dar um salto qualitativo nos quesitos segurança, iluminação, decoração que, segundo ele, há muito tempo não é colocada na Epitácio Pessoa e nos blocos do Folia de Rua.    

“Estamos tendo todo esse cuidado para qualificar a festa da melhor forma possível, dando garantia de segurança ao folião e qualidade ao evento como um todo, onde as pessoas possam se divertir com garantia de segurança, ordenando a avenida e a questão dos camarotes”, ressaltou.  

A ideia, conforme Fuba, é reorganizar essa estrutura para qualificar a festa. “Essa primeira reunião foi muito produtiva. Temos pouco tempo, 45 dias, mas vamos fazer todo esforço para que seja possível realmente trazer um diferencial nesse Carnaval, com possibilidade de melhorar 100% no ano seguinte, porque vamos ter mais tempo”, disse.

Fuba comentou que, a partir desse ordenamento, será possível ter, pela primeira vez, o quantitativo de foliões e de quanto se vende em cada bloco. “Foi muito produtiva a reunião e estou feliz porque estou, organicamente, junto com a Funjope, na frente dessa organização, e vamos fazer todo esforço do mundo para que a coisa aconteça da melhor forma possível”.  

Ambulantes – A presidente da Associação dos Ambulantes da Paraíba, Márcia Medeiros, ressaltou que a Funjope, nesse momento, consegue ter um olhar diferente com os movimentos sociais. “Agora somos vistos e respeitados e a Funjope compreende que somos um grupo organizado de trabalhadores informais que contribui muito com a economia da cidade, com a organização do trabalho informal”, afirmou.  

Ela acrescentou que a reunião foi muito importante para que todos pudessem se ouvir, se conhecer e se respeitar. “Não podemos ser colocados dentro de um processo sem sermos ouvidos. Hoje esse comitê escuta, abre as portas e nós parabenizamos o prefeito Cícero Lucena por ter criado o comitê e ter incluído a nossa associação para que possamos fazer parte dessa construção e, a partir dela, acreditamos que começa uma grande história na Paraíba e no Folia de Rua”, acrescenta.  

Segurança – O coronel Pablo Cunha, comandante do policiamento regional metropolitano, afirmou que a iniciativa de criar o Comitê foi excelente. “Parabenizo a iniciativa de Marcus Alves de antecipar e começar a se planejar. Para a Polícia Militar foi muito importante estabelecer esse primeiro contato. Nós criamos, inclusive, um grupo de Whatsapp para tratarmos das várias temáticas correlatas ao Folia de Rua”, afirmou.  

O comandante lembrou que algumas novidades foram informadas, como a descentralização dos pontos de apoio da PM – antes era apenas um e agora serão três, como também a implementação de ferramentas tecnológicas e o apoio do Centro Integrado de Comando e Controle (CICC), com o advento de várias câmeras tanto na festa quanto no entorno, possibilitando um maior mapeamento na questão da área de segurança.  

Ele ressalta que quem estiver na Via Folia vai ter uma segurança superior à dos anos anteriores. Equipes policiais estarão atentas no videomonitoramento com link direto com os policiais que estão no campo. Isso, de acordo com ele, vai otimizar a questão do despacho de ocorrências e também a concretização do mapeamento em tempo real de tudo que está acontecendo dentro da festa.  

“Esse contato prévio é importante para podermos fazer o dimensionamento de como vai ser o evento em 2024. Foram feitas algumas solicitações, algumas críticas em relação à versão anterior. Vamos ficar tratando, durante esse tempo, essas temáticas. Foram criados grupos de trabalho nessa primeira reunião, onde uma das pautas foi a questão da segurança”, acrescentou.  

Reunião – Participaram da reunião o diretor administrativo e financeiro da Funjope, Ricardo Almeida; Fábio Henriques, do Bloco Vumbora; Dorgivaldo Andrade, do Bloco Banho de Cheiro; Diego Ferreira, do Bloco dos Atletas; Iago Carneiro, das Virgens de Tambaú; Edilson Alves, da Agitada Gang; Eliane Holanda, do Bloco Muriçoquinhas; Liss Albuquerque, do Bloco Cordão do Frevo Rasgado; Rodrigo Trigueiro, da Secretaria de Desenvolvimento Urbano (Sedurb); Expedito Leite Filho, da Superintendência Executiva de Mobilidade Urbana (Semob); João Carlos, da Secretaria de Meio Ambiente (Semam); Daniel Rodrigues, secretário Municipal de Turismo (Setur); major Bruno e tenente Kelton, da Polícia Militar.  

PLO – O objetivo do Projeto de Lei Ordinária 1590/2023 é disciplinar a Via Folia, corredor utilizado pelos blocos tradicionais carnavalescos que desfilam na Avenida Epitácio Pessoa no período de pré-Carnaval. A regularização pretende garantir a segurança, organização e preservação do patrimônio público durante a festividade, assim como a comercialização de produtos e serviços.