Qualidade de vida e autoestima

Prefeitura leva ações de saúde e cidadania para moradores da Saturnino de Brito

29/11/2023 | 19:30 | 372

Os moradores do residencial e da comunidade Saturnino de Brito participaram, nesta quarta-feira (29), de mais uma ação de saúde e cidadania promovida pela Prefeitura de João Pessoa. A iniciativa é resultado de uma parceria entre as Secretarias de Habitação Social (Semhab), Desenvolvimento Social (Sedes) – por meio do Centro de Referência da Cidadania, Meio Ambiente (Semam) e a Unidade Executiva de Projetos do Município.  

A ação beneficiou cerca de 500 famílias. Foram disponibilizados testes rápidos de sífilis, HIV, hepatite, teste de glicemia, verificação de pressão arterial, encaminhamentos para atendimento nas unidades de saúde, corte de cabelo, atividades físicas, além do plantio de mudas de árvores. Também foi feita uma exposição de artesanato produzido pelos alunos da Educação de Jovens e Adultos (EJA).  

A secretária de Habitação Social, Socorro Gadelha, disse que os serviços oferecidos foram selecionados de acordo com as necessidades dos moradores, que já são assistidos pela Prefeitura dentro do programa Pós-ocupacional. “Essas ações acontecem periodicamente e tem como objetivo melhorar a qualidade de vida das pessoas e a autoestima. Além dos moradores do residencial e da comunidade, também foi feito o atendimento às pessoas que moram nas localidades do entorno, como o Renascer, Distrito Mecânico e o Varadouro”, explicou.  

A coordenadora do Centro de Referência da Cidadania da Saturnino de Brito, Eliane Gadelha, informou que a comunidade sempre participa nas atividades promovidas pelo CRC, tanto que agora os alunos da EJA confeccionaram peças em crochê, tricô e outros pontos para expor durante o evento desta quarta-feira. “É gratificante saber que o trabalho feito por eles está proporcionando a essas pessoas direitos as ações de cidadania, proporcionando uma nova perspectiva de vida”, comentou.  

Maria dos Prazeres Pereira, que é técnica de enfermagem e moradora do Residencial, trabalhou como voluntária durante a ação fazendo a aferição da pressão arterial e os testes de glicemia. Ela disse que trabalha por amor ao próximo e esta ajudando outras pessoas que precisam de orientação para ter uma saúde melhor e mais qualidade de vida. “Um simples teste de glicemia ou a verificação da pressão podem revelar problemas da saúde que a pessoa não sabe que tem. Esses testes são necessários para em seguida fazer o encaminhamento para um atendimento mais especializado”, afirmou.  

Outra voluntária é a dona de casa e artesã Paula Piraí, moradora da comunidade e que participa do programa de alfabetização de adultos. Ela contou que vem de uma família de artesãos e faz parte da Cooperativa Paraibana de Empreendimentos Econômicos e Solidário (Ecosol), produzindo peças em fios de linha, barbante e cordões, com pontos de tricô, crochê e macramê. “Considero a iniciativa importante. O artesanato tem sido uma fonte de renda complementar para a minha família e de outras pessoas da comunidade que fazem parte da EJA”, revelou.